Conheça alguns dos principais mitos sobre a atuação na área de recursos humanos e saiba como eles podem prejudicar sua empresa

Recursos humanosRecursos humanos é tida como uma das áreas que pode levar sua empresa aos céus ou à ruína e, por isso, pode ser considerada uma das mais importantes e valiosas dentro de qualquer corporação do mundo. Focada em escolher os melhores colaboradores e em incentivar a produtividade de times de trabalho para gerar resultados cada vez mais satisfatórios, o setor de RH das corporações dos dias atuais tem muito a perder com erros comuns, e ter em mente alguns dos maiores equívocos cometidos nesse meio é uma boa maneira de evitar catástrofes empresariais.

Um dos erros mais comuns entre os atuantes no setor de recursos humanos é o pensamento de que todo tipo de treinamento é benéfico para a empresa e seus empregados. Na maioria das vezes esse tipo de ação pode, realmente, trazer bons resultados para uma corporação. No entanto, em muitos casos, o investimento pode não trazer o retorno esperado: seja por não ser direcionado aos colaboradores que, de fato, necessitam de treinamento; ou por acabarem tomando tempo demais de funcionários que poderiam gastá-lo melhor exercendo as funções que já dominam.

Crer que usar uma métrica de pontuação estabelecida pode prever funcionários de alta-performance é outro erro comum entre os atuantes na área de RH. Por falta de medidas e maneiras mais precisas de avaliar candidatos, acabam recorrendo a técnicas ultrapassadas quando, na realidade, deveriam estar buscando mais informações em relação ao candidato em questão para que a decisão seja feita com base em dados reais e no quanto o perfil do possível colaborador é adequado para uma determinada posição.

Ter bonificações financeiras como principal forma de motivação também pode ser um erro – conforme já foi abordado no artigo do blog Convenia http://www.convenia.com.br/blog/reconhecimento-bonus-financeiro-nem-sempre-melhor-opcao/#more-236 – assim como acreditar que experiência é sinônimo de talento. Considerar gerenciamento de pessoas como o mesmo que gerenciamento de capital é outro erro comum, e que pode prejudicar bastante a imagem de uma empresa com seus colaboradores, já que a atenção e a análise detalhada dos funcionários é um dos itens que mais diferencia um bom setor de recursos humanos, assim como o nível de satisfação entre os empregados de uma corporação.

Imagem: reprodução

email